Skip to content

A cultura do remix

20/09/2010

Mais um post sobre a internet.

O texto traz uma exemplificação da maior forma de produção cultural deste século, na internet. O conteúdo é produzido pelos usuários. O único impecilho é financeiro, já que não ~há muito prática sobre esse modelo de negócio aberto.

Durante o século 20, o que segurou a economia da cultura foi a propriedade intelectual. O terreno livre da internet e seus vários produtores de informação ameaça isso.

O que resulta disso: a autorização se dissemina. Para tudo que precisar fazer, é necessário haver uma autorização do dono dos direitos. Ou seja, a cultura do remix e da produção cultural individualizada é uma eterna batalha entre os que são a favor da liberdade de informação da internet e os protetores da propriedade intelectual privada. Uma batalha que ainda não terminou.

Um bom exemplo deste embate é os contornos do site FMA, já mencionado num post anterior, que usa exatamente essa técnica das autorizações dos artistas para deixar as músicas livres para a internet.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: