Skip to content

Pedro Doinel

20/08/2010

Outro post sobre fotografia. Desta vez quero falar do Pedro Doinel, que morava em São Paulo, mas agora estuda Cinema na Faculdade de Artes do Paraná, em Curitiba. Ele tem 20 anos e um olhar bem interessante para fotos. Começou a trabalhar com fotografia aos 17, com o objetivo ainda de ser fotógrafo de cinema. Inclusive, as fotos que eu selecionei para postar por aqui não são as preferidas dele, então não deixem de entrar no flickr dele pra conferir o resto do seu trabalho.

Melhor que qualquer descrição que eu pudesse fazer, eu perguntei pra ele o que ele pensa quando fotografa e ele escreveu um pouco sobre o assunto.

“Gosto da fotografia porque é sempre o ponto de vista do fotógrafo que a diferencia. Hoje há milhares de formas de se registrar imagens, com cameras simples cybershot e até celulares, e só tendo um ponto de vista único para se diferenciar no meio da abundância de imagens que nos perneia. Gosto de criar estados de espírito quando fotografo, capturando momentos de intimidade dos modelos que posam para mim, o mais importante para mim quando fotografo é a sensação de que estou vendo uma coisa que poucas outras pessoas teriam a oportunidade de ver. Seja ela um casal fazendo sexo, alguém urinando, tomando banho ou fumando maconha. Gosto de passar tempo com meus modelos para conhecê-los e a partir desta experiência eu crio um conceito de imagem com a pessoa em questão e a faço reproduzir aquilo que eu tinha em mente, aquele conceito de imagem que surgiu em mim através da outra pessoa. Gosto do non-sense pelo non-sense. Ás vezes dizem que minhas fotos não fazem sentido, mas que sentido faz a vida não é mesmo? Então figurinos muitas vezes são usados e qualquer outro tipo de objeto que deixe a cena excêntrica. Em resumo, creio que as fotografias sejam um coletivo de um tema e de um senso estético comum ao fotógrafo que a captura ou recria uma cena que só ele poderia ter concebido em primeiro lugar.”

Pedro Doinel

Sem mais delongas, vou deixar por aqui algumas fotos dele.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Thelma permalink
    21/08/2010 12:06 AM

    Um fotógrafo tão jovem com um trabalho de muita atitude. Gostei de conhecê-lo, e achei muito legal ter um depoimento do próprio artista aqui no blog! Realmente o que nos resta é nossa própria opinião.

    Ps: algumas fotos no flickr me lembram Dzi Croquettes.
    Ps2: é um trabalho interessante mas acho que eu fico com a sua seleção do blog!

  2. Thelma permalink
    21/08/2010 12:13 AM

    O post poderia começar assim:
    “Pierre Doinel, filho de Antoine Doinel, foge do sistema de ensino europeu e vem criar aqui para os nossos lados. Agora, mais conhecido como Pedro por seus vizinhos. -diretamente de Curitiba para o Le Monde ”

    Hahahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: